Você já sabe como funcionam as novas regras de bagagens das companhias aéreas?

Já estão em vigor as novas regras para bagagens estabelecidas pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. O início da vigência seria 14 de março de 2017 mas foi instituída uma limiar proibindo a cobrança extra para o despacho de bagagem. Obviamente, essa liminar foi derrubada e as companhias aéreas começaram a operar a nova regra em junho deste ano.

regrasparabagagens_poltrona22

As mudanças valem tanto para as bagagens despachadas quanto para a bagagem de mão. Antigamente todos os passageiros tinham direito a despachar, de forma gratuita, uma mala de até 23kg em voos nacionais e até duas malas de 32 kg cada em voos internacionais. Com essa mudança, as companhias aéreas não são mais obrigadas a fornecer essa franquia para o despacho de bagagem e podem cobrar por esse serviço de maneira independente.

Com relação à bagagem de mão, os passageiros tinham o direito de embarcar com uma peça de até 5kg e mais um item pessoal como bolsa, mochila ou sacola. Agora, o limite de peso na bagagem de mão subiu para 10kg. Mas é importante ressaltar que o tamanho da mala continua o mesmo. As medidas não podem ultrapassar 115cm somadas as três dimensões, sendo no máximo 40 cm de largura + 55 cm de altura + 20 cm de comprimento.

Dizem que essa mudança promete ser vantajosa para os usuários, uma vez que as companhias aéreas passarão a oferecer tarifas com desconto para quem não utilizar o serviço. E esse novo método de operação no mercado de aviação nacional possibilita a criação ou a chegada de companhias aéreas de baixo custo (low cost) no Brasil. #oremos

Existem muitas empresas, principalmente na Europa, que já atuam dessa maneira e, por lá, essa forma de cobrança funciona super bem. Paga-se muito barato pela passagem mas quase todos os serviços extras são cobrados. Nada de lanchinho dentro do avião, de balcão para fazer check-in, de totem para impressão de passagens. Tudo isso é sua responsabilidade. É sempre necessário checar todas essas informações no site da companhia antes de viajar. Algumas surpresas bem desagradáveis podem acontecer simplesmente porque você deixou de ler todas as regras referentes àquele bilhete promocional que você comprou por uma pechincha. É bom ficar atento, galera!

Por aqui, por enquanto, as principais companhias aéreas estão atuando da seguinte forma:

Gol

A Gol passou a oferecer uma nova modalidade, chamada Tarifa Light, pra quem não precisa despachar bagagem. Também oferece 50% de desconto pra quem comprar o serviço de despacho de bagagem pelos canais digitais.

As tarifas Programada e Flexível oferecem a 1ª bagagem de até 23kg gratuitamente. A Gol Premium (disponível apenas para voos internacionais) disponibiliza duas bagagens de até 23kg cada de forma gratuita.

Todas as demais informações sobre as formas de cobrança de bagagem da Gol, e de suas parceiras, você confere nesse link.

Latam

A Latam cobra a partir de R$30,00 por mala despachada em voo nacional e apresenta as seguintes condições de tarifas em seus voos: Tarifas Promo e Light que não incluem despacho de bagagem, Tarifa Plus que tem uma mala despachada incluída sem custo e a Tarifa Top que inclui duas peças de 23kg sem custo adicional.

Comprando o despacho da bagagem até 3 horas antes do voo você paga menos que comprando no aeroporto, conforme tabela a seguir:

regrasdebagagens_poltrona22

Demais assuntos relacionados à regra de bagagem da Latam você encontra aqui.

Azul

As passagens da Azul passam a ser classificadas em duas categorias: a Mais Azul e a Azul. A categoria Mais Azul mantém a prática tarifária atual, incluindo franquia de 23kg de bagagem. Já a categoria Azul, terá o valor da passagem mais barato e o passageiro poderá escolher pela compra ou não do serviço de bagagem despachada. Em qualquer momento, o cliente Azul poderá incluir os 23kg de bagagem mediante pagamento de taxa de R$40,00 se adquiridos pelo site, call center ou aplicativo; e R$60,00 diretamente no aeroporto. Caso a bagagem ultrapasse a cota de 23kg, será mantida a atual cobrança por quilo excedente. Clique aqui para outras informações referente à nova regra de bagagem na Azul.

Avianca

A Avianca é a única empresa que ainda não modificou o formato de cobrança de bagagem despachada. Nos voos domésticos, a franquia de bagagem estabelecida pela companhia é de: uma peça de 23kg para adultos e crianças e uma peça de 10kg para crianças de colo*.
*Para o passageiro infant (colo), um carrinho de bebê completamente dobrável, ou uma cesta ou cadeira de transportar bebê, poderá ser transportada a bordo, de acordo com a disponibilidade de espaço na aeronave e desde que a segurança do voo não seja afetada. Caso a peça seja despachada no porão, entrará na franquia permitida para o infant (colo) que é de 10 kg.

A franquia de bagagem estabelecida em trechos operados pela Avianca Brasil em voos internacionais varia de acordo com o país ou a região. Confira aqui.

 

Todas as informações descritas aqui foram retiradas dos sites das respectivas companhias aéreas. Qualquer divergência ou dúvida que surgir sobre a aplicação dessa nova regra de bagagens você também poderá verificar no site da ANAC que é a agencia reguladora federal criada para regular e fiscalizar as atividades da aviação civil e a infraestrutura aeronáutica e aeroportuária no Brasil.

4 comentários sobre “Você já sabe como funcionam as novas regras de bagagens das companhias aéreas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s