Um jeito fácil e econômico de sair e chegar ao Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle

Após um voo muito longo, depois de passar mais de 10 horas dentro de um avião, a saga da chegada ao seu próximo destino ainda não está completa. E nem estou falando da passagem pela imigração e da retirada das bagagens na esteira. Isso tudo pode cansar um pouco também mas a gente torce pra dar tudo certo sempre.

roissybus_poltrona22

A saída do aeroporto é que pode ser um perrengue.

Isso porque você provavelmente estará cansado, querendo um banho, uma cama ou um café (todos quentes, por favor) e dá aquele desespero de procurar um meio de transporte pra te tirar dali e te levar pra onde você só queria estar há muito tempo.

Os transfers privativos são muito cômodos mas podem sair bem caros. Principalmente se estiver viajando sozinho. Metrô, trem, táxi, Uber? Muita coisa vai influenciar na sua escolha, claro. O horário de chegada, a quantidade de malas e pessoas. O ânimo e a disposição dos viajantes também conta.

Em Paris, a alternativa mais fácil e econômica que encontrei para ir e vir do aeroporto Charles de Gaulle foi o RoissyBus. São ônibus que ligam todos os terminais do CDG com um único ponto de parada que fica bem ao lado da Ópera Garnier. Independente do terminal que seu voo chegar, é só seguir as placas indicando ‘ônibus – bus – busão’ e lá estarão as máquinas de vendas de bilhetes para o RoissyBus e mais alguns outros.

 

Dá pra comprar o ticket nas máquinas ou direto com o motorista. O valor é de €11.50 o trecho. Vale confirmar o preço no site do Paris Aéroport através desse link . A compra do bilhete nas máquinas é super simples. Basta selecionar a língua (não tem português) e seguir o passo-a-passo. Não demora mais que 3 minutos. Com o bilhete em mãos, é só esperar a chegada do próximo ônibus já que não tem horário especificado no bilhete.

As saídas são a cada 15 ou 20 minutos e ao lado das máquinas tem uma tabela com todos os horários de acordo com os dias da semana (foto abaixo). Sábados, domingos e feriados têm horários diferentes.

 

Ao entrar no ônibus, não esqueça de validar o bilhete na máquina que fica bem na entrada ao lado do motorista. É só inserir o ticket e aguardar a máquina carimbar e devolvê-lo. Conserve o bilhete com você até o final do trajeto. Na parte central do ônibus tem espaço para que você coloque as suas bagagens. E como todo mundo vai descer no mesmo lugar não tem importância se algumas malas ficarem por cima das outras.

A viagem dura entre 45 e 60 minutos e a melhor parte é que é sem baldeação. Dentro do ônibus tem um painel que vai informando quanto tempo falta para o ponto final. E ainda tem Wi-Fi. Não é ótimo? Mais uma vantagem de utilizar o ônibus é que você já sobe e desce no mesmo nível da rua. E escapa do inconveniente de quase todas as estações de metrô de Paris que são as escadas. Muitas escadas!

Ficar hospedado na região da Ópera Garnier, próximo ao ponto final do RoissyBus que fica na Rua Scribe 11, é uma ótima opção. Consegui chegar sem sofrimento ao hotel com duas malas de rodinhas.

 

Mais detalhes sobre o 9.º arrondissement de Paris, que inclui as proximidades da Ópera e das Galerias Lafayette ficam para o próximo post.

Merci de votre visite. A bientôt!

 

7 comentários sobre “Um jeito fácil e econômico de sair e chegar ao Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle

  1. Desculpa, mas, discordo de ti, paguei €10,00 euros de trem saindo do aeroporto Charles de Gaulle até a estação Gare du Nord que liga todos os pontos de Paris, uma viagem tranquila e super rápida!

    Curtir

    • Marcelo, muito obrigado por compartilhar sua experiência por aqui. Dentre as diversas maneiras que tem de fazer esse percurso, eu prefiro essa opção pq o acesso é muito fácil e você já desce na rua! Quando se está com malas grandes (sempre meu caso, rs), acho mais fácil, pois em certas ocasiões malas grandes na estação de trem pode ser um pouco difícil.
      Mas, é como disse no post, essa é uma das alternativas dentre as várias, ainda mais em se tratando de um aeroporto enorme e uma cidade com milhares de hotéis e/ou destinos, são muitas variáveis!
      Eu tb gosto bastante dessa região do 9.º arrondissement de Paris, consigo fazer várias coisas caminhando e acho o acesso fácil para as outras coisas. E ainda encontro hotéis com preços bacanas. Então fica tudo mais fácil!
      Um grande abraço!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Olá, Daniel.
    Obrigada pelo seu post, gostei muito. Em tempos de vacas gordas sempre tivemos um motorista nos aguardando no CDG, mas agora essa opção do RoussyBus direto a Opera me parece bem interessante para a nossa próxima e tão sonhada volta a Paris (em breve, se Deus quiser).
    Aguardo suas dicas de hotéis nessas redondeza.
    Ana

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: 9 motivos para ficar no 9º arrondissement de Paris | Poltrona 22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s