Curiosamente no Japão… 1

As crianças vão sozinhas pra escola!

 

E voltam sozinhas! E andam pelas calçadas felizes e despreocupadas porque não precisam ter medo de violência, de roubos, de assaltos, de gente louca no trânsito, de gente.

Um choque? Um espanto? Não, uma admiração! Logo no primeiro dia em Tóquio vi esse grupinho de meninas que pelo horário deviam estar voltando da escola. Estranhei. Fiquei procurando um adulto por perto. Pelo menos um irmão mais velho de alguma delas encarregado de buscar o grupo na saída da escola e levar para as respectivas casas em segurança. Mas não tinha ninguém! E elas estavam bem! Caminhando tranquilamente. De uniforme e mochilas iguais. Com guarda-chuva cor de rosa. Dando suas risadinhas. Parando por conta de alguma gracinha entre elas. Tudo bem simples e natural. Foi uma cena linda de ver!

Em outra situação cheguei a ver um menino sozinho. Sozinho mesmo. Não estava num grupo. Mas estava de uniforme e mochila nas costas. E devia ter uns 6 anos de idade. Um mini adulto!

Quando não estão sozinhas ou em pequenos grupos, a gente pode, ainda, se deparar com essa cena aqui embaixo: uma professora, uma fila indiana, parzinhos de mãos dadas e de bonezinhos laranja.

 

Uma criança que cresce nessas condições, nesse ambiente, só pode tornar-se uma pessoa melhor. Aprendendo desde cedo suas responsabilidades, elas conseguem se organizar de uma maneira mais adequada e aproveitar o tempo para desenvolver outras habilidades. Eu entendo que seja muita responsabilidade pra um ser humaninho tão pequeno. Mas em nenhum momento elas me pareceram crianças tristes que estavam fazendo coisas enfadonhas. Pelo contrário, a ordem e a disciplina, quando seguidas de forma tão orgânica por todos é uma maravilha! Não tenho dúvidas que essa autonomia na formação dos pequenos seja algo benéfico. É a emancipação da criança sem abrir mão da infância.

2 comentários sobre “Curiosamente no Japão… 1

  1. Eu tenho muita curiosidade de ver essas cenas, pois quando estudei Japonês na Aliança o professor explicou que as crianças na verdade nunca estão totalmente sozinhas, porque os adultos que estão ao redor delas estão olhando por elas, os vendedores nas lojas, nas bancas de revistas, guardinhas de trânsito, como se fossem seus próprios filhos. É fantástico. Vamos morar lá Dan!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Eu acredito que seja isso mesmo. Quando vc vê pela primeira vez dá até uma aflição, mas depois de uns dias no país vc percebe que tudo bem… vai dar tudo certo! Eu quero mais! Vamos morar lá simmmm!!! Hehehehe

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s